Cidadania italiana no Brasil: passo a passo para tirar a sua

Não tem como fugir: o processo de como tirar a cidadania italiana é burocrático e costuma gerar muitas dúvidas nos interessados, especialmente no Brasil. Por isso, preparamos este artigo especialmente para que você não fique perdido no processo e consiga tirar a sua sem problemas.

Para saber mais sobre o assunto e entender como adquirir cidadania italiana, continue acompanhando!

____________

#Curiosidade: brasileiros com cidadania italiana não precisam de visto para entrar em qualquer país da União Europeia (UE) nem nos Estados Unidos!

Isso mesmo! Uma das grandes vantagens de tirar a sua cidadania italiana é que você poderá turistar em qualquer um dos 28 países da União Europeia (UE) sem precisar de visto, apenas com o passaporte italiano. Além disso, também poderá ir para os Estados Unidos à turismo sem o visto americano, já que a Itália faz parte do programa de países do governo americano isentos do visto.

____________

Você sabe como funciona a cidadania italiana? Entenda

Cidadãos brasileiros com dupla cidadania italiana passam a ter os mesmos direitos e deveres que cidadãos italianos natos, segundo as leis da Itália.

Isto é: se você conseguir a sua dupla cidadania, poderá morar, estudar ou trabalhar na Itália e em qualquer um dos países pertencentes à União Europeia, além de poder utilizar os serviços públicos da Europa.

Mas, além dos direitos, também passa a ter alguns deveres específicos, como manter atualizados sempre os seus dados e documentos no consulado italiano.

Pode-se solicitar a cidadania italiana via duas principais formas: no Brasil ou diretamente na Itália.

Na Itália, é preciso arcar com todos os custos de uma viagem internacional, além de ser necessário morar no país por um período antes de iniciar o processo. Por isso, muitos brasileiros preferem dar sequência no processo aqui mesmo no Brasil.

Porém, o processo não é tão simples e exige atenção, dedicação e cuidado de quem vai requerer.

Quem tem direito à cidadania italiana?

A cidadania italiana é dada com base, principalmente, no direito de sangue, ou “Jus Sanguinis”. 

Ou seja, qualquer brasileiro que tenha descendência e vínculos sanguíneos com a Itália tem direito à dupla cidadania, independente do grau de parentesco ou de limites de geração. 

Basta comprovar isso por meio da documentação necessária para reconhecimento da cidadania italiana, que verá mais à frente.

Uma curiosidade é que o processo é mais fácil para quem tem descendentes italianos homens, pois eles passam automaticamente a cidadania italiana de geração em geração.

Caso a descendência seja feminina, existem algumas regras específicas. A principal é que, para alguém ter direito à dupla cidadania, é preciso que os filhos da mulher italiana antepassada tenham nascido após 1 de Janeiro de 1948.

Isso porque somente após essa data que mulheres italianas passaram a poder transmitir a cidadania italiana de geração em geração, como os homens.

Além da ligação sanguínea, também pode-se reconhecer a cidadania italiana:

  • Cidadania italiana por casamento, inclusive em uniões homoafetivas (quem se casava com cidadão italiano antes de janeiro de 1983 possui a transferência de cidadania automática; após a data, é preciso solicitar a dupla cidadania);
  • Cidadania italiana por descendentes italianos que se naturalizaram brasileiros, desde que o(s) filho(s) desses descendentes tenham nascido antes da naturalização.

Cidadania italiana: como tirar no Brasil? Passo a passo

Monte sua árvore genealógica e identifique o descendente italiano. O primeiro passo é buscar na sua linha de antecedência o parentesco italiano. 

Para isso, é importante confirmar se o descendente italiano é, realmente, italiano. Isso significa que o antepassado precisa ter morado na itália e ter sido considerado cidadão italiano após 1861, que é quando a Itália se tornou um país unificado.

Além disso, é importante analisar o local de nascimento, já que muitas regiões e cidades que hoje são consideradas italianas estiveram sob domínio de outros países por certo período até se tornarem propriedade da Itália.

A região de Trento, por exemplo, só faz parte dos territórios italianos desde 1919.

Existem ferramentas online, como a da Ferrara Cidadania Italiana, que vão te ajudar nessa etapa. Salve este link para usar depois.

Faça o requerimento no Consulado Italiano e entre para a fila de espera

Confirmada a descendência italiana, é o momento de ir a um dos consulados italianos no Brasil que atenda ao seu estado, ou na própria Embaixada da Itália, para fazer o requerimento e dar início ao processo.

Depois disso, você entrará na lista de espera das solicitações e deve aguardar a convocação oficial, que pode ser acompanhada pelo número de protocolo do requerimento que entregam no momento do pedido.

Documentos necessários enquanto aguarda a convocação

Os documentos necessários principais são: 

  • Certidão de nascimento italiana ou certidão de batismo do descendente;
  • Certidão de nascimento brasileira ou certidão de batismo de toda a linha de descendência após o descendente e do requerente;
  • Certidão de casamento de toda a linha de descendência, independente do país onde foi realizado, e do requerente (se for o caso);
  • Certidão de óbito do descendente e de toda a linha de descendência;
  • CNN (Certidão Negativa de Naturalização) do descendente.
  • Cópia do documento de identidade ou passaporte válido;
  • Árvore genealógica.


Assim que fizer o requerimento, é importante preparar a documentação necessária com antecedência enquanto aguarda a convocação.

Isso porque essa é a etapa que mais acontecem erros e qualquer correção ou retificação que o consulado solicitar no momento da convocação por documentação incorreta costuma demorar para ser feita, atrasando ainda mais o processo.

As certidões devem ser originais e toda a documentação deve estar em bom estado de conservação.

Realize a tradução juramentada dos documentos após a convocação

Todas as certidões brasileiras devem estar também juramentadas e traduzidas para o italiano, por tradutor público juramentado e reconhecido por lei, além de apostiladas, segundo as regras da Convenção de Haia, da qual o Brasil faz parte.

Porém, como é um processo que envolve gastos financeiros, faça apenas depois que tiver a certeza da convocação pelo consulado.

Fique tranquilo que, após a convocação, você ainda tem alguns meses para apresentar toda a documentação completa.

Compareça ao Consulado e apresente a documentação completa

No dia da convocação, é só entregar a documentação e preencher um formulário para análise do consulado italiano.

O consulado irá avaliar cuidadosamente a documentação e, se estiver correta, fará a inscrição no cadastro consular.

Aguarde a análise e aprovação do processo

Depois disso, basta aguardar a conclusão do processo. Se seu requerimento for aprovado, é só agendar uma data para emitir o seu passaporte italiano.

Quanto custa para tirar a cidadania italiana no Brasil?

O processo todo pode custar entre R$ 5.000,00 e R$ 40.000,00 reais, dependendo, principalmente, da quantidade de documentos que precisam ser juramentados e da taxa para abertura do processo no consulado italiano, que custa 250 euros (aproximadamente R$ 1.000,00).

Quanto tempo demora para tirar a cidadania Italiana?

O processo é bem demorado e, no Brasil, costuma levar de 4 até 10 anos, pela quantidade de solicitações, e a convocação é a etapa que geralmente leva mais tempo.

Onde fazer o processo de solicitar cidadania italiana no Brasil?

Existem consulados italianos em 6 cidades brasileiras: Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Curitiba e Porto Alegre.

Você também pode fazer o processo na Embaixada da Itália em Brasília.

A fila de espera varia entre os consulados, então é importante considerar isso também na sua escolha.

Como agilizar o processo?

Uma das melhores maneiras de agilizar o processo é dar a devida atenção à documentação necessária, pois são as pessoas que cometem erros nessa etapa que representam os processos de dupla cidadania mais demorados.

Então, o que acha de contar com um auxílio profissional e especializado nesse momento? A VISAMUNDO faz isso por você!

Nossos profissionais possuem experiência na área e vão garantir que a sua documentação esteja completa e correta para apresentar ao consulado. Preencha o formulário ao lado que a nossa equipe vai entrar em contato para esclarecer as suas dúvidas!


Leia também:Emissão de Passaporte: tutorial detalhado completo para solicitar (2019).

Receba nossas notícias e atualizações de taxas!

Vamos te enviar apenas as melhores ofertas!

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.